sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Pontilhismo, Georges Seurat

Nome: Cilene                          
Ano de aplicação: 3º ano

2. Conteúdo:
Pontilhismo, Georges Seurat

3. Objetivos:
-Conhecer a técnica do pontilhismo.
-Aprender um pouco sobre a vida e obras do artista Seurat.
-Produzir um trabalho utilizando a técnica do pontilhismo.

4. Desenvolvimento:
Recursos:
Imagens de obras do artista, folha de desenho, tinta têmpera/guache colorida, cotonete.

Dinâmica:
A turma será dividida em dois grupos e a professora dirá o nome de um objeto simples para um representante de cada grupo. O representante deverá representar o objeto no quadro utilizando apenas pontos e o grupo terá que adivinhar. O grupo que primeiro adivinhar qual é o objeto ganha. Utilizar objetos simples, tais como: mesa, cadeira, casa, carro...
Puderam perceber que a partir de pontos podemos representar objetos? Assim como na dinâmica inicial, há artista que utilizam apenas pontos para produzir suas obras, um deles é o artista que aprenderemos hoje: Georges Seurat.

Georges Pierre Seurat nasceu em Paris no dia 2 de dezembro de 1859, e já no seu tempo de instrução escolar foi introduzido na pintura por seu tio materno, um comerciante de tecidos que na época era um pintor amador assim como Seurat.
Com 16 anos começou a freqüentar um Curso de Desenho em uma escola noturna.
Mais tarde prestou um ano de serviço militar onde fez esboços de figuras e estou sobre o mar, a praia e os barcos. Depois do serviço militar alugou um quarto perto da casa de seu pai e lá pintou suas obras mais significativas.
Utilizava em suas obras o pontilhismo que é uma técnica de pintura em que o artista faz desenhos e representações usando apenas pequenos pontos ou manchas, dando ao observador um efeito ótico diferente da pintura convencional, ou seja, utiliza poucas cores, mas com os pontos dá a impressão de que na obra há muitas outras cores.

Seu primeiro grande quadro foi Banhistas em Asnières.


Observem a imagem.
- o que vocês veem?
-quais cores chamam mais atenção?
-isto parece real pra vocês?
-se olharmos de perto, o que podemos perceber?

Esta foi a maior obra de Seurat, Domingo à Tarde na Ilha de Jatte.

<!--[if !vml]--><!--[endif]-->
Com seus 30 anos de idade, Seurat participou na renovada exposição da reunião dos artistas e irritado com desavenças internas, começou a afastar-se dos seus amigos. Conheceu Madeleine e foi morar com ela, um ano depois nasceu seu filho. Nos Independants, expôs Le Chahut e Jovem a Empoar-se, que foi um retrato de sua esposa.

<!--[if !vml]--><!--[endif]-->
 Neste mesmo ano teve um caderno dedicado a ele por Jules Christophe.
Passou os meses de verão no Mar do Norte e lá pintou novos quadros sobre o mar onde tinha muita inspiração.


Em 29 de março de 1891 Seurat morre, com uma angina infecciosa e dois dias depois foi enterrado em um cemitério parisiense. Pouco depois morreu o seu filho Pierre, com a mesma infecção que vitimou Seurat.
Madeleine ficou com alguns quadros de herança, mas depois de desavenças, ela afastou se para sempre da família de Seurat.
Este é o autorretrato do artista:

<!--[if !vml]--><!--[endif]-->

Proposta:
Assim como o artista preferia a inspiração que o mar lhe trazia, nós vamos fazer uma obra procurando inspiração do mar, mas apenas em pensamento.
Fechem os olhos e imaginem-se estando no mar, fazendo o que vocês gostam, seja caminhando, brincando, correndo... Imaginem as coisas que vocês veriam se estivessem lá... Agora, abram os olhos e representem o que imaginaram no papel utilizando a técnica aprendida. Dicas: para facilitar o trabalho, primeiramente pode-se fazer o desenho do que deseja representar de lápis bem fraco no papel e começar com os pontos das linhas principais do trabalho.
Cada aluno receberá um cotonete, uma folha de desenho e tinta de sua preferência. Os alunos deverão retirar o algodão de um dos lados do cotonete e reproduzir o que imaginaram no papel utilizando apenas pontos com os dois lados do cotonete, obtendo assim, dois tipos diferentes de pontos.
Ao término do trabalho, cada aluno deverá mostrar aos colegas sua obra e todas serão expostas na sala de aula.

Final de aula:
Haverá um saquinho com vários papéis em branco e apenas 5 deles com perguntas referentes à aula, cada aluno pegará um papel e os que pegarem perguntas deverão responder.
Questões:

1) Qual o nome do artista que aprendemos?
R.: Georges Pierre Seurat.

2) Seurat foi introduzido na pintura por quem?
R.: Por seu tio materno, um comerciante de tecidos que era um pintor amador.

3) Qual o nome da técnica utilizada pelo artista?
R.: Técnica do pontilhismo.

4) O que é pontilhismo?
R.: É uma técnica de pintura em que o artista faz desenhos e representações usando apenas pequenos pontos ou manchas.

5) Qual o nome da maior e mais conhecida obra do artista?
R.:  Domingo à Tarde na Ilha de Jatte.

2 comentários:

  1. Cilene: a proposta ficou muito interessante, imaginar uma cena no mar e adequada à classe. Parabéns pelo plano. Profª Ilane

    ResponderExcluir
  2. muito interesante legal para minha professora de artes dar aula

    ResponderExcluir